CAMINHANDO NO SOBRENATURAL PARTE 2

Categories: Estudos,Palavra de M12

“… nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.” (II Coríntios 4:4).

Verdade Central: Caminhar no sobrenatural é um convite para uma mudança radical, é estar disposto a tomar posições, movendo-se de forma que os que estão conosco almejem esse estilo de vida. É uma tomada de posição, de olhar e sempre se avaliar, dizendo que os dias passados não são nada como os dias presentes, e os dias que virão serão maiores que tudo isso. É decidir entrar em um nível de intimidade com Deus, com o coração disposto integralmente a anular a vida limitada e entrar no coração do Pai para tirar a essência e o sentido da vida. É ser impelido a buscar o conhecimento da glória de Deus.

Introdução: Paulo ensina que há um mergulho no Evangelho, o Evangelho da Glória de Cristo. Porém, por cegueira espiritual, muitas vezes estamos em verdadeiras amarras e vivemos como que por sombra e não essência. “… nos quais o deus deste século cegou o entendimento dos incrédulos, para que lhes não resplandeça a luz do evangelho da glória de Cristo, o qual é a imagem de Deus.” (II Coríntios 4:4).

Muitos líderes não saem do superficial; é como a dona de casa que se contenta em cozinhar o feijão e o arroz, o básico, e já o faz com destreza. Mas quando é desafiada a algo mais profundo, que exija no seu universo muito mais do que ela tem para dar, ela convoca um especialista ou contrata alguém que domine melhor o seu espaço.

Mudança no caráter

Todo líder, todo filho de Deus deve ter uma mudança de caráter significativa, após a conversão. É extremamente desastroso Deus entregar dons e talentos, a Igreja delegar autoridade a líderes que possuem dons, mas que não receberam mudança no caráter. O CARÁTER está acima dos DONS.

Um líder sem o caráter tratado se torna manipulador de massa, do povo, faz o mau uso do que Deus lhe Deus e do que a Igreja delegou. Existem tantas distorções em Nome do Senhor, e a forma irresponsável que alguns utilizam o Nome de Deus… É vexatório vermos como tantas pessoas que possuem dons maravilhosos, são líderes que retém, na sua vida, as manifestações da vida de Deus, porém não se deixam tratar no caráter, e o resultado desses ministérios confiados por Deus e comissionados pela Igreja é um desastre, pois o CARÁTER ESTÁ ACIMA DOS DONS. Assim, não há como a Igreja sobreviver com saúde, se a humanidade está acima do espiritual e o natural acima do sobrenatural.

Mudar o Caráter pessoal

Essa chamada é mais simples, pois é Deus lidando com o líder, e o líder lidando com aqueles que são seus mentores. Se cada pessoa se submeter ao seu líder, confiar em sua vida e deixar-se ser tratada na área da sua dificuldade, isso será a resposta que o mundo precisa para que possamos ter diferencial entre o que serve e o que é servido.

É um milagre encontrar um líder transparente, aberto, que se deixa ser tocado, e que não tem amarras na sua história de vida. Assim, o poder de Deus caminha mais livre e o povo não sofre com o resultado de poderes delegados a líderes que não sabem o que fazer com o que Deus lhes confiou.

É claro que não é fácil, dentro da nossa cultura evangélica, encontrar líderes e discípulos disponíveis para se deixar ser tratados. Por que tocar nesse assunto? Porque ao longo de 10 anos, conhecendo o Brasil e nações, descobri que existem muitas pessoas com um potencial sobrenatural, e que o caráter acima do dom está ferindo a jornada desse líder, complicando a vida dele e a de muitos em áreas mais remotas possíveis, as mais complicadas que se possa imaginar.

Eu ouvi a Nação, os corajosos se expuseram, e esses que se deixaram tratar estão explodindo sem medo, pois o argumento saiu da mão do inimigo e veio para o sacerdócio, onde o decreto liberta. Saiu das trevas e veio para a luz. Enquanto não vir para a luz e chegar à mão do sacerdote, dificilmente haverá cura.

Cremos que pessoas que poderiam estar em avanços sobrenaturais, fazendo conquistas de explosão, pararam, pois o caráter falou mais alto que o dom e a confiança que a Igreja delegou. Se um dia a Igreja decidisse viver menos o seu caráter e mais o Caráter do Messias, com certeza, a resposta no nosso arraial seria demasiadamente maior do que a que possuímos.

O sobrenatural que almejamos está exatamente na boa condução que Deus nos dá dos dons e talentos que nos entrega, e que com o CARÁTER ajustado, a explosão que sonhamos na vida de cada indivíduo aconteça.

Mudar o caráter coletivo

Coletividade não é fácil nem aqui nem em qualquer outro grupo ou estima, pois as pessoas vivem a sua individualização, e isso faz com que qualquer trabalho seja dificultado. Podemos ver que quando nos reunimos, e quando decidimos fazer projetos e colocar em ação os planos e sonhos, sempre que fazemos no coletivo, há uma revelação de caráter. Cada um quer colocar o seu caráter em operação, e os planos, e os sonhos, e os projetos se frustram, é como se estivéssemos remando contra a maré.

No curso de me lançar por este continente brasileiro, pude ver que alguns campos não avançaram, porque dependiam do caráter coletivo. Por cada um legislar em causa própria, explodiu a esperança de um povo ser todo alcançado, pois o individualismo entrou em operação e os projetos entraram em óbito.

Somos membros uns dos outros, diz a Palavra (Efésios 5:30 / I Coríntios 12). Porém, vemos uma anomalia em muitas lideranças, em muitos arraiais e, porque não dizer, na Nação. Vemos lugares que são só pés, outros lugares só braços, outros lugares só ouvidos, outros só língua, outros lugares só olhos, outros só boca (falam muito, não fazem nada), outros só cabeça, e outros que não possuem absolutamente nada do Corpo, são mutilados.

Como podemos ver caminhar e nos mover no sobrenatural, se líderes são mergulhados neles mesmos e o individualismo crônico opera? Quando se apresenta um projeto, cada um salta no seu caráter pessoal e não abre mão de si mesmo em prol do outro. É como se alguns tivessem tudo, mas não possuíssem, de verdade, nada. São os vícios das políticas comuns, que adentraram na nossa Casa Sagrada, a Igreja, e poluíram o lugar do templo do Espírito, nossa vida.

O Caráter Coletivo é a proposta da Visão, onde andamos por direção, ainda que não se concorde, pois não precisa concordar para obedecer. É aí que o nosso caráter é provado: quando não concordamos (com o lícito) e nos rendemos. A melhor arma diante do confronto é a rendição. Mas muitos preferem a carreira solo, não buscam unidade – e unidade é caminho que exige morte, e quem não está disposto a morrer não vai experimentar a unidade. Muitos não permitem que os projetos de Deus se cumpram, porque o CARÁTER está acima do dom e os projetos morrem literalmente.

Temos visto que equipes poderosas deixaram morrer grandes projetos, porque o caráter pessoal estava acima dos dons, e sufocaram e assassinaram o sonho de Deus, não permitindo que o sobrenatural entrasse na coletividade. “E, cumprindo-se o dia de Pentecostes, estavam todos concordemente no mesmo lugar; e de repente veio do céu um som, como de um vento veemente e impetuoso, e encheu toda a casa em que estavam assentados. E foram vistas por eles línguas repartidas, como que de fogo, as quais pousaram sobre cada um deles. E todos foram cheios do Espírito Santo, e começaram a falar noutras línguas, conforme o Espírito Santo lhes concedia que falassem.” (Atos 2:1-4)

Continua…

Fonte:
www.mir12.com.br

Author: admin

Deixe uma resposta